FELIX EUGÊNIO REICHERT
(1940 - 2011)

    


Em 7 de dezembro de 1940, Felix Eugênio nasceu na cidade de São Paulo, SP. Passou sua infância em  Itajaí, SC, onde realizou seus primeiros estudos (Primário e Ginásio). Em 1967 graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Paralelamente à Advocacia, também exerceu a função de Professor Universitário. Foi Vereador e Presidente da Câmara dos Vereadores em Balneário Camboriú. Por várias vezes atuou como Assessor Jurídico desse município. Nessa cidade do litoral catarinense, bem próxima à Itajaí, fundou o Lions Clube Centro.

Foi professor de Direito e Procurador Geral da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI). Fundou o Lions Clube Itajaí Sul. Também, nessa cidade, foi membro da Associação Empresarial, da Comissão Municipal do Meio Ambiente e do Observatório Social.

Com relação a sua vida, tanto profissional como pessoal, costumava dizer:
'o grande patrimônio do Advogado é seu nome. Ele precisa ter uma ficha limpa, agir com lisura e honestidade, honrar seus compromissos profissionais e financeiros'.

Dr. Felix sempre procurou incentivar atividades beneficentes e culturais em diversas entidades. Como tinha o dom da palavra, além de possuir sólida formação e ampla visão de muitas áreas, era constantemente convidado para falar de improviso em eventos culturais e sociais.

Em termos de colecionismo, dedicou-se à Filatelia  e à Numismática. Para ele, essas duas áreas eram grandes fontes de conhecimentos sobre a História, a Geografia, a Política e a Economia mundiais. Foram seu lazer e sugunda profissão.

Dr. Reichert foi sócio da Associação Filatélica e Numismática de Santa Catarina (AFSC) desde 1958, mas não colecionava selos de forma competitiva com o intuito de exibir suas coleções. Nos últimos 30 anos dedicou-se ao comércio filatélico e numismático, participando de forma ativa em exposições, encontros e leilões, sobretudo na região sul do Brasil.

Ocupava a presidência da Federação Filatélica e Numismática de Santa Catarina (FEFINUSC), bem como a vice-presidência da AFSC. Estava organizando o Clube Filatélico de Itajaí, ao qual seriam agregados colecionadores do Balneário de Camboriú. Em 9/nov/2011 foi realizada a primeira reunião, com agendamento de uma segunda para 3/dez/2011.

Encontrava-se na cidade de São Paulo, para tratar de assuntos profissionais e participar de evento numismático, quando sentiu-se mal devido à hipertensão. Hospitalizado, não resistiu e veio a falecer na madrugada de 12/nov/2011. O enterro ocorreu na tarde de 13 de novembro, domingo, no Cemitério Municipal da Fazenda, em Itajaí, SC.

FELIX EUGÊNIO REICHERT deixou esposa, três filhos e dois netos, além de um grande legado de valores de sucesso profissional e social.


OBSERVAÇÃO: Colaborou com dados biográficos: Luiz Cláudio Fritzen (Florianópolis, SC).