Taveira e sua esposa (Sra. Berta)

Taveira nasceu em 1939 na cidade de Nova Lima, MG, É casado e possui três filhos (Marcelo, Fernando , Isabela). Formou-se em Administração de Empresas no Instituto Champagnat de Estudos Superiores (ICES) de Belo Horizonte, MG.

Profissionalmente ocupou cargos de Gerência e Diretoria na área de Finanças em várias empresas de grande porte, como: Samarco Mineração S.A., Fiat Automóveis, etc. É Cônsul Honorário do Canadá em Belo Horizonte, título outorgado pelo Primeiro-Ministro Jean Chretien em setembro de 1997.

Começou na filatelia (com 16 anos de idade) colecionando Brasil (“Império” e “Primeiros 50 anos da República”). Em dezembro de 1977 ganhou medalha de ouro na exposição BH-100, em Belo Horizonte, MG, com a coleção “Numerais do Império do Brasil”, que foi exposta pela primeira vez.

Eis um resumo de suas coleções (incluindo um livro) com as medalhas conquistadas:

a) “Numerals of the Empire of Brazil” (oito quadros) -> uma de vermeil, cinco de ouro e três de ouro grande.

b) “Numerals of the Brazilian Empire: Forgeries and Facsimiles” (um quadro) ->duas de vermeil e uma de vermeil grande.

c) “1890: Cruzeiro do Sul” (oito quadros) -> uma de vermeil e três de vermeil grande.

d) “Grã Bretanha 1837 – 1901: A Gênese do Selo Postal” (oito quadros) -> uma de vermeil grande.

e) “História Postal do Reino Unido da Grã Bretanha e Irlanda do Norte” (cinco quadros) -> uma de ouro e prêmio “Campeão da Classe”.

f) “Brasil 1844 – 1846: Inclinados” (livro bilíngüe) -> seis de vermeil grande, uma de ouro e uma de ouro grande.

Possui o título de “Fellow” outorgado pela Diretoria da Royal Philatelic Society London (Inglaterra), em 30 de novembro de 2005.

É membro das seguintes entidades filatélicas:

Federação dos Filatelistas do Brasil (FEFIBRA), Câmara Brasileira de Filatelia (vice-presidente), Clube Filatélico do Brasil, Sociedade Filatélica Brasileira, Sociedade Philatelica Paulista (SPP), Sociedade Filatélica de Curitiba, Associação Filatélica e Numismática de Santa Catarina (AFSC), Royal Philatelic Society London (FELLOW), American Philatelic Society (APS), Brazil Philatelic Association.

Walter Taveira, em parceria com Bráulio Carsalade Villela, publicou em 2014 o livro “Marquês de Sapucahy, o Executivo do Império”.

O Marquês de Sapucahy é considerado como o patrono da filatelia brasileira. Juntamente com o Ministro dos Negócios do Império, ele conduziu a reforma postal brasileira em 1842, garantindo ao nosso país a posição de primeiro nas Américas e segundo no mundo a emitir o selo postal para circulação nacional.